Carrinho de compras

0

Seu carrinho de compras está vazio

Vá a loja

CARBOIDRATOS: COMO AGREGÁ-LOS À SUA SAÚDE

Por: :Iuri Torquato 0 comentários
CARBOIDRATOS: COMO AGREGÁ-LOS À SUA SAÚDE

O carboidrato é um macronutriente sem um mínimo exigido de consumo, podemos verificar que ao decorrer da história algumas populações se beneficiaram com o consumo de carboidratos como principal fonte energética, e houveram também outras que consumiam pouco ou nenhum carboidrato durante boa parte de um ano.

Temos evidências de que as primeiras sociedades de caça estabelecidas, tinham como alimentos de consumo não só de origem animal, mas outros como frutas, mel, alimentos vegetais com maior concentração de carboidratos do que folhas e outros alimentos rico em amido. Essa maior densidade ofertada de carboidratos além de gerar adaptações genéticas, aumentando o número médio de amilase salivar facilitando sua digestão, também teve seu papel como principal fonte de substrato energético, contribuindo para o desenvolvimento de várias populações.

Ao passar dos anos a ingestão habitual de carboidratos geograficamente foi aumentando, após uma transição para um período agrário, com grãos se tornando um alimento básico. Evidências arqueológicas também mencionam problemas relacionado a hábitos alimentares, como consequência notou-se maior incidências de cárie dentária, diminuição da altura média e deficiências endêmicas de nutrientes.

Com avançar da ciência e aumento de estudos com objetivo de avaliar o consumo deste macronutriente, podemos destacar como quando empregado de forma adequada e equilibrada na dieta, apenas trará benefícios tanto para um manejo clínico mas também pensando em distribuição corporal.

Pessoas que consomem em sua dieta mais de 800 gr de vegetais e frutas associados a sua dieta, apresentam menor risco para doenças cardiovasculares e mortalidade de todas as causas. O câncer também é uma doença que com o consumo de vegetais e frutas atribuídos a dieta, diminui o risco de acometimento.

Dito a sua importância para a saúde, o carboidrato também se faz essencial para sujeitos que praticam atividade física de alta intensidade, com uma elevada performance. Além de ser utilizado como fonte de substrato energético sendo degradado em glicose, formando glicogênio (energia armazenada), podemos citar também seu papel com o sistema imune.

Ocorre que quando treinamos em alta intensidade o treinamento uma atividade estressora, sinaliza uma produção de cortisol fisiológica que se faz importante sinalizando que houve uma lesão, e fazendo com que células do sistema imune migrem para o local para que ocorra um reparo, e que a recuperação ocorra.

O fato é que se o aporte energético está baixo, e o consumo de carboidrato não está ajustado de forma adequada, cortisol não baixa fazendo com que os glóbulos brancos não voltem para medula, esse sistema imune acaba comprometido entrando em um quadro de imunossupressão.

Os carboidratos como macronutriente tem sua relevância para saúde, e quando consumido na dieta de forma adequada com bom aporte de fibras, amido resistente, frutas e vegetais trará diversos benefícios ao metabolismo.

categorias : Novidades

Deixe um comentário